ELIANA-CALMON

A Ministra veio em Teixeira a convite das faculdades Fasb, Pitágoras e LFG Cursos, proferir uma palestra sobre ética na gestão pública. Conseguiu levar um público seleto em que mais de 2.000 pessoas lotaram o espaço do Cenárium Eventos e segundo o Juiz Dr. Roney Jorge Cunha Moreira, que apresentou o rico currículo da Ministra, foi o maior evento que ele já presenciou nos seus 15 anos que reside em Teixeira de Freitas.

O Dr. Roney ao iniciar a apresentação do Curriculo da Ministra pediu um pouco de tolerância, pois levou cerca de 30 minutos discorrendo sobre as inúmeras funções e contribuições que a Ministra deu ao Brasil e que veio a enriquecer o campo do Judiciário em nosso País.

O tema apresentado pela Ministra sobre ética na gestão pública deixou toda a plateia embebecida com a demonstração do largo conhecimento da Ministra, no que diz respeito as mazelas existentes nas administrações públicas do nosso País, justamente pela falta de ética e de moralidade e até mesmo o Judiciário se sente ameaçado ao enfrentar os esquemas que são montados para fazer o mau uso do dinheiro público, colocando muitas das vezes suas vidas em risco.

Toda palestra da Ministra foi divulgada ao vivo pela Rede Sul Bahia de Comunicações e certamente a Rede, durante a semana, irá divulgar a fala da ministra e nós iremos também fazer resumo das partes mais impactantes no sentido de conscientizar a nossa população, que através da força da mobilização poderá pressionar os poderes constituídos a coibir o mau uso do dinheiro público.

O que mais causou surpresa aos presentes é que nenhum gestor da região compareceu ao evento, mesmo tendo sido convidados. No caso de Teixeira de Freitas, foi mandado o Procurador do Município como seu representante.

58083_629704320412549_293548675_n
Certamente depois da palestra da Ministra a história de Teixeira e região irá mudar, dando outra consciência aos cidadãos de que eles podem e devem exercer mais o seu direito de cidadania, ajudando a fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos que tem dono e nós todos temos a ver com isso, porque o mau uso do dinheiro público causa a miséria o e sofrimento de milhares de pessoas que necessitam de melhorias nos serviços essenciais, entretanto a grande maioria desses recursos vão parar no ralo da corrupção.

Nós militantes de imprensa livre e independente, teremos a partir desta palestra, mais força e coragem para atuarmos e exercer nosso papel perante a sociedade, sem sermos coagidos a silenciar e até mesmo marginalizados e amordaçados pelos processos que constantemente somos submetidos pelo poder executivo, quando eles querem cercear o direito da liberdade de imprensa de fiscalizar, investigar e denunciar as mazelas administrativas.

Matéria: Foco no Poder