Campos

Após a gafe resultante da postagem de uma foto onde aparece viajando com a família em um jatinho enquanto a violência resultante da greve dos policiais militares levava o pânico a todas as regiões do Estado, o ex-governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, divulgou uma nota sobre a crise na área de segurança. A nota foi publicada horas após a retirada da fotografia de sua página pessoal no Facebook, em função das inúmeras críticas de internautas que relacionaram os dois assuntos.

Na nota, Campos cita o “esforço” do Governo de Pernambuco, ao longo de seus dois mandatos para reduzir os indicadores da violência em todo o Estado. Campos também relaciona os investimentos feitos no aparato de segurança pernambucano e cita os resultados do Pacto Pela Vida, programa que conseguiu reduzir a criminalidade e é reconhecido internacionalmente como um programa exitoso no combate à violência urbana.

O texto, publicado também em sua página pessoal, ressalta que o presidenciável tem mantido contatos frequentes com o atual governador João Lyra Neto(PSB), para discutir a questão. A nota termina assegurando que Campos confia no entendimento entre policiais e o governo para o término da greve.

Mais cedo, pela manhã, Campos concedeu entrevista para a Rádio ABC, de São Paulo, onde citou os resultados positivos obtidos com o programa Pacto Pela Vida, mas não comentou os episódios de violência decorrentes da paralisação dos militares.

Leia abaixo a  íntegra da postagem feita por Campos.

Declaração do presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sobre a greve da Polícia Militar no Estado.

“O povo de Pernambuco sabe dos esforços que realizamos para garantir a melhoria da segurança pública no nosso estado. O Pacto pela Vida conseguiu reduzir os índices de violência por 7 anos consecutivos. Isso só foi possível graças a uma forte presença social do Estado em localidades de alto índice de violência, mas também com grandes investimentos na nossa polícia, tanto em equipamentos quanto nos homens e mulheres que compõem a corporação. Investimos em capacitação, nomeamos cerca de 9 mil concursados e implementamos um processo de recuperação da remuneração -  acordo que está em vigor, que  vem sendo cumprido à risca e que prevê um reajuste de 14,55% já no mês de junho próximo. Tenho mantido contato permanente com o governador João Lyra e acompanho o desenrolar das negociações. A hora agora é de bom senso, de lutarmos juntos por melhores salários, sem contudo deixar a sociedade pernambucana no medo e na insegurança. A melhor solução virá do diálogo e do respeito às leis. É o que todos queremos.”

 Ex-governador Eduardo Campos

Presidente Nacional do PSB”

Pernambuco 247