zezeu-ribeiro-300x196

Depois de uma primeira derrota assustadora, muito tumulto e confusão, o deputado federal Zezéu Ribeiro (PT) foi eleito nesta madrugada pelos deputados para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que pertencia ao petista Zilton Rocha por 35 votos. Na primeira votação, o anti-candidato das oposições, Carlos Gaban (DEM), venceu Zezéu por 28 a 27 votos, mas não conseguiu ganhar porque a legislação exige maioria qualificada de 32 votos. O resultado apavorou o governo, que enviou reforços à Assembleia no final da noite de ontem a fim de garantir a vitória de Zezéu. Depois de uma reunião fechada para traçar uma nova estratégia de votação, deputados governistas chegaram a plenário queixando-se, segundo eles, de uma exigência para que fotografassem os votos na hora de votação como forma de impedir a traição ao governo, o que revoltou os oposicionistas. Na hora da apuração, revoltado, o deputado Elmar Nascimento (DEM), líder da oposição, subiu ao plenário e espalhou os votos, causando o maior tumulto. O presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo (PDT), prometeu acioná-lo no Conselho de Ética da Casa junto com o deputado Paulo Azi (DEM), outro acusado de promover o tumulto.

Política Livre