Jutahy_hsusd

O deputado federal Jutahy Magalhães, liderança do PSDB baiano, destaca o favoritismo da chapa da oposição, encabeçada pelo democrata Paulo Souto.

Em clima de otimismo, o tucano diz que o nome de Souto “surgiu da vontade popular”, enquanto o nome de Rui Costa, pré-candidato petista, foi “imposto” pelo governador Jaques Wagner (PT). Segundo ele, tal fato deixou “sequelas” no PT e também nos partidos aliados.

Em tom crítico, Jutahy diz que o alinhamento entre Wagner e o governo federal não trouxe benefícios para a Bahia e destaca que o chefe do Executivo está sem prestígio para transferir votos.

Sobre a Copa do Mundo, ele diz que torcerá pelo Brasil, mas critica as obras superfaturadas e a falta de prioridade na saúde e educação.

Entrevista a Tribuna da Bahia, Leia na Íntegra