Mesmo sem a confirmação oficial do governador Jaques Wagner, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PDT), perdeu a queda de braço com o PP na disputa a vice-governador na chapa do petista Rui Costa, chefe da Casa Civil do Estado, braço direito de Wagner.

marcelo-nilo-bocao-news

Nilo postou em seu perfil no Twitter no final de semana que é “apenas um deputado que tentará se reeleger”. “Não sou menino amarelo. Quem conhece de política sente que está encaminhado para João Leão”, disse em matéria no jornal A Tarde.

Wagner preferiu adiar para o feriadão da Semana Santa, que emendará com o de Tiradentes, sua viagem de ‘miniférias’. Segundo o A Tarde, governador ficou em Salvador para fazer os últimos ajustes antes de anunciar João Leão e tentar ‘acalmar’ o PDT.

Nos bastidores já é dada como certa a ida de Nilo e seu partido para a chapa da Senadora e pré-candidata a governo Lídice da Mata (PSB) sendo candidato a vice, PSB que conta com a ex-ministra do CNJ Eliana Calmon, favorita para a disputa no Senado.

 Por: Felipe  Brito