xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.YVe5BrymEL

Aliado em 2012 na coligação que elegeu o prefeito de Salvador ACM Neto, o PTN ameça não apoiar este ano o candidato da oposição ao governo da Bahia, Paulo Souto (DEM), caso não tenha condições favoráveis para eleger deputados estaduais e federais ao lado dos democratas. Diante do cenário, surge a chance de a legenda apoiar a senadora Lídice da Mata (PSB) na disputa pelo comando do Executivo estadual. Embora negue um acerto com a socialista, o presidente do PTN na Bahia, Maurício Bacelar, admitiu a possibilidade. “Nós estamos conversando com os nossos pré-candidatos a estadual e federal para verificarmos qual o melhor caminho. A nossa aliança natural é com Paulo Souto, com quem temos ligação, mas estamos tendo muitas dificuldades na coligação. Se não resolver vamos para onde for mais cômodo”, afirmou Bacelar ao jornal Tribuna da Bahia. Em 2012, a legenda elegeu cinco vereadores na capital baiana. Na Assembleia Legislativa, a sigla tem atualmente três deputados, mas deseja aumentar o número. O partido também planeja eleger um representante baiano para a Câmara dos Deputados.

Bahia Notícias