otto-e-rui-costa

O pré-candidato do PT ao governo da Bahia, deputado federal Rui Costa, em conversa com lideranças políticas da capital, nesta quinta (5), antecipou algumas das medidas para a área de segurança que pretende implantar no próximo governo. Não sem antes criticar duramente a gestão do DEM (então PFL), finalizada em 2006. Rui lembrou que Paulo Souto deixou as polícias sucateadas, com viaturas velhas, policiais sem armamento ou colete salva-vidas e 15 anos sem qualquer promoção para os agentes. “Era o menor contingente da polícia, 26 mil, que Wagner elevou para 32 mil e eu vou chegar a 40 mil homens e mulheres, criando mais companhias especializadas e levando o GRAer (Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia) ao interior do estado”, garantiu o pré-candidato.